Perfil da Blogueira

Minha foto
Juliane Oliveira
"Toda vez que você desiste de um sonho, é uma parte do seu futuro que deixa de existir!"
Visualizar meu perfil completo
Feeds RSS
Feeds RSS

29 junho 2011

Sacolas Plásticas: Motivos de sobra para abandoná-la


Mas porque ele é assim tão prejudicial para o meio ambiente? Bem, em primeiro lugar o saquinho plástico é um derivado do petróleo, substância não renovável, feita de uma resina chamada polietileno de baixa densidade (PEBD) e sua degradação no ambiente pode levar séculos, ou seja, seu tataraneto pode no futuro se deparar com o saquinho que você jogou fora hoje. No Brasil aproximadamente 9,7% de todo o lixo é composto por saquinhos plásticos, além disso a produção do plástico é ambientalmente nociva. Para produzir uma toneada de plástico são necessários 1.140 kw/hora (esta energia daria para manter aproximadamente 7600 residências iluminadas com lâmpadas econômicas por 1 hora), sem contar a água utilizada no processo e os degetos resultantes.

Há um outro grande problema: a poluição dos mares por este tipo de lixo. Saquinhos plásticos no mar são confundidos por peixes e, principalmente, pelas tartarugas marinhas como águas vivas, um de seus alimentos. Assim ao ingerir o saquinhos as tartarugas morrem por obstrução do aparelho digestivo. Se você tiver oportunidade de um dia visitar o Projeto Tamar, verá que lá estão expostos vários cadáveres de tartarugas que morreram desta forma.
Os saquinhos também são uma das causas do entupimento da passagem de água em bueiros e córregos, contribuindo para as inundações e retenção de mais lixo. Quando incinerado libera toxinas perigosas para a saúde.

O que fazer então?

A grande idéia é aos poucos substituirmos as sacolas plásticas descartáveis, ou por sacolas realmente biodegradáveis (pesquisas estão sendo feitas no Brasil para a produção de plásticos a partir da cana de açúcar e milho) ou por sacolas não descartáveis. Lembra daquelas antigas sacolas de feira? Isto mesmo, elas aos poucos estão voltando e com força total. Nós aqui do Ser Melhor já temos a nossa!
Seguem algumas dicas de como começar a diminuir o uso das sacolas descartáveis:

  • Comece a levar uma sacola própria para fazer as compras, seja no supermercado, na venda, quitanda ou feira. Não importa que nela não caibam todas as suas compras, pelo menos uma parte delas vai para a sua casa sem utilizar o saquinhos;
  • As famosas "sacolas de feira" são uma grande dica, seja ela de plástico resistente, seja de pano;
  • Se a quantidade de compras seja muito grande, peça no supermercado caixas de papelão para transportar as compras. Algumas redes de supermercados já oferecem esta opção;
  • Caso seu supermercado utilize sacolas biodegradáveis, de preferência para estas;
  • Cuidado com as sacolas Oxibiodegradáveis. Apesar delas se "desfazerem" no ambiente, diferentemente de uma sacola biodegradável, que é consumida por microorganismos, a sacolas Oxidegradáveis se utilizam de componentes químicos nocivos para decompô-la, continuando a poluir o ambiente, apenas não serão visíveis aos nossos olhos.
  • De preferência pelos sacos de papel;
  • Verifique as datas de validade dos produtos. Você poderá estar levando um produto que irá para o lixo. Além do desperdício de dinheiro você terá utilizado um ou vários saquinhos a toa;
  • Repense suas compras. Será que tudo que você está comprando será utilizado ou boa parte irá estragar e ir para o lixo? Você precisa mesmo do que está comprando ou foi a propaganda que lhe disse para comprar? Quanto menos compras, menos saquinhos serão utilizados.
Movimentações em torno do tema

Na Europa os costumes já começam a mudar. Na Alemanha se você não levar sua própria sacola ao supermercado tem que pagar um preço salgado por cada saquinho que utiliza, além de outras medidas adotadas pelo governo. A Irlanda segue o mesmo caminho e na Inglaterra redes de supermercados já oferecem saquinhos totalmente biodegradáveis.
No estado de São Paulo, o governo e entidades já estão se movimentando para reduzir o número de sacolas plásticas, incentivando com campanhas de esclarecimento a população, visando utilizar suas próprias sacolas para fazer as compras.
Mas sei que é difícil desvenciliar-se de um costume, de algo tão prático quanto as sacolinhas plásticas, porém temos que começar algum dia. Que tal hoje!?

Impactos do Lixo Marinho

Esta tartaruga foi encontrada na natureza. A deformação de sua carapaça deve-se ao fato de ter ficado presa a um anel de plástico quando era ainda jovem.
 



 Muitos animais confundem resíduos plásticos com seu alimento natural. Sua ingestão pode causar o bloqueio do trato digestivo e/ou sensação de inanição, matando ou causando sérios problemas à sobrevivência do animal.
  
A água-viva e outros animais que se alimentam por filtragem, freqüentemente consomem o lixo flutuante ou ficam presos nele.







26 junho 2011

Luar cai da escada!

 

Luar o cãozinho de raça yorkshire com poodle do meu primo Gabriel caiu desta escada que aperece na foto ai em cima. Ele quebrou as duas patinhas dianteiras, deslocou o ombrinho e quebrou até o focinho. Luar estava brincando com a cadelinha Mel (sua mãe) e por um acaso caiu de uma altura de mais ou menos quinze degraus.Pobre Luar, mas por um milagre esta bem e se recuperando. Melhoras para ele!

20 junho 2011

Recuperação Gordinho

*Noticia Maravilhosa*

Meu cão que estava com paralisia voltou a andar, esta caminhando sozinho sem ajuda de ninguem e também  já esta fazendo suas necessidades em pé. Graças a Deus ele já esta conseguindo levantar sem a nossa ajuda. Ele ainda esta se recuperando e cada vez mais o tratamento esta progredindo.
Gravei um vídeo dele caminhando esta manhã e postei aqui no blog pra quem quiser assistir.
Aqui vai um conselho meu: Nunca desistam de salvar o animal de vocês por qualquer doença que ele tenha, como vocês viram, o meu cachorro estava a bera da eutanásia, pois tinha perdido todos movimentos do corpo e já não estava comendo mais. Mas com paciência e muita persistência ele não se entregou e nós também não deixamos ele desistir, pois ele recebeu e recebe muito carinho, e é o que deu forças a ele, pois com amor, dedicação e claro com a ajuda de Deus vencemos qualquer obstáculo. Além de agradecer a Deus e ao santinho protetor dos animais São Francisco de Assis, também agradeço ao veterinário Carriço que deu o diagnóstico certo e nos ajudou nesta batalha.

Como havia prometido aqui estão algumas fotos do meu filhão.



16 junho 2011

Ele vai voltar a andar!

Como todos que acompanharam e leram meu ultimo post, ficaram sabendo que meu cachorro esta com paralisia. Pois é, ele esta sendo tratado tomando medicamentos e vitaminas para voltar a andar, e também todas tardes estamos deixando ele suspenso numa espécie de andador, para que assim ele volte a ter firmesa nas patas e poder dar seus primeiros passinhos depois desta paralisia. Estavamos quase sem esperança e achando que teríamos que sacrifica-lo quando ele teve esta melhora repentina. Os movimentos das patas dianteiras e traseiras voltaram e ele já esta até se arrastando. Quando deixamos ele em pé segurado pelo andador ele caminha até onde pode, e quando tiramos o andador ele mal percebe mas fica alguns segundos em pé sozinho sem termos que segura-lo. Graças a Deus, hoje tive mais uma ótima noticia. Pois o veterinário disse que agora é só uma questão de tempo pra ele sair correndo pelo pátio. Fiquei tão feliz ao ouvir estas palavras e tive que vir correndo contar para vocês. Deus é mesmo milagroso, pois tenho acendido uma vela para São Francisco o  santo protetor dos animais todos os dias, para que ele cuide do gordinho(meu cachorro) e faça ele voltar a andar novamente, e pelo visto o santinho tem escutado minhas preces!
Assim que der posto umas fotos dele aqui no blog.
Beijos a todos..

10 junho 2011

Denuncia

Imagem retirada do Jornal Tribuna de Uruguaiana
 Quando se trata de uma falsa denuncia os "fiscais" do meio ambiente de Uruguaiana fazem a sua "parte", mas quando se trata do canil municipal aí eles preferem obedecer ordens do que serem dignos com animais que já nascem com um destino: morrer. Pois é, o assunto trata de uma experiência vivida por mim mesma. Meu cão de raça labrador/pastor alemão está com um problema neurológico, sendo assim perdeu todos movimentos das patas dianteiras quanto das patas traseiras. O fato ocorreu na semana passada, porém ao tratamento veterinário ele aos poucos esta reagindo, motivo para que o próprio veterinário se negou aplicar a eutanásia, pois apesar do tamanho o cão tem apenas 7 meses de vida. Sendo assim ele está em tratamento, pois não seria certo acabar com a vida dele sem ao menos lhe dar uma chance. Mas ontem ocorreu um fato que merece destaque. Alguém fez uma ligação anônima e denunciou maus tratos, ou seja, que nós estariamos mal tratando nossos cães. Os fiscais estiveram em minha casa, e viram que nenhum dos meus cães são mal tratados, bem pelo contrário, gastamos mais com eles do que conosco. Pois quem me conhece sabe que trato meus animais como se fossem filhos, pois na minha percepção eles são parte de minha família. Mas o que me indigna é que além de sabermos quem foi o denunciante, sabemos que este mesmo é alguém que não tem amor aos animais, pois a denúncia foi feita porque o meu cachorro que esta com paralisia chorou as primeiras noites, mas agora devido aos medicamentos não chora mais. E não pensem que a pessoa que fez a denúncia estava preocupada com o choro dele, ela estava sim querendo que ele morresse, pois ouvi isso da sua própria boca, em um dia que a mesma veio reclamar. Mas toda população sabe que em Uruguaiana existe um canil criado pelo prefeito da cidade, e que todo cão que é levado pra lá é destinado a sofrer até a morte. Alguns morrem de fome e alguns morrem por doenças não tratadas, mas o que não os diferencia é que todos são tratados como porcos. A ultima reportagem que li em um jornal da cidade é que o canil esta sendo invadido por ratos, e que nada esta sendo feito em defesa destes animais, que além de viverem a baixo de chuva e sol agora estão dividindo seu "espaço" com estes bichos distribuidores de doenças. E agora eu pergunto a população Uruguaianense o que eles vão fazer para salvar a vida destes pobres cães indefesos, que nas mãos do prefeito não tem chance nenhuma de viver como um animal merece. É muito fácil fiscalizarem a casa de uma pessoa, mas fiscalizarem o canil da prefeitura é muito dificil. Pois o que eles não devem saber é que o que esta sendo feito a estes animais também é crime e que o causador de tudo isso deve pagar tanto quanto qualquer pessoa pagaria. Pois aos olhos de Deus todos somos iguais.