Perfil da Blogueira

Minha foto
Juliane Oliveira
"Toda vez que você desiste de um sonho, é uma parte do seu futuro que deixa de existir!"
Visualizar meu perfil completo
Feeds RSS
Feeds RSS

17 outubro 2010

Vejam a que ponto chega o ser humano!

Gente não costumo postar nos domingos, mas acabei de assistir algo que me deixou indignada. Um cachorro São Bernardo que supostamente "canta" toda vez em que tocam o violino perto dele. Mas na verdade ele não canta, ele uiva toda vez que tocam o violino bem perto de seus ouvidos. Pesquisei e descobri que os cães tem a frequencia auditiva diferente de nós e eles escutam 4 vezes mais que a gente. Também descobri que certos instrumentos musicais quando tocados perto machucam o ouvido do cão. Vejam só a que ponto o ser humano esta chegando, ganhando dinheiro as custas do sofrimento de um animal. E sabe o que é pior? é que no programa da Eliana eles saíram com 1.000 reais pela "apresentação" do pobre cachorro. Sinceramente, nestas horas sinto nojo da raça humana.

Pessoal vamos desprezar este tipo de "atração", algo tem que ser feito, ajudem a espalhar, não vamos ser covarde abaixando a cabeça para este tipo de crueldade!

11 comentários:

Mell Nasgon disse...

Eu ainda não sei como as pessoas acreditam numa coisa dessas!

É revoltante!

http://mellnasgon.blogspot.com/

it girls disse...

Achei fofinho o cachorro "cantando" hauauhau

http://profanofeminino.blogspot.com/

Capelinha modera 1 disse...

Oi linda amiga!

Vi seu post na Capelinha e vim te responder!

Não posso fazer juizo de valor sobre o assunto.

Quanto a audição dos animais sim são elevadas, mas uns sentem mais outros menos.
Há cães que sentem aos fogos outros
não, exemplo: O cão da minha sogra sofria horrores com os fogos ela nunca podia sair de casa no Ano Novo por causa dele, já minha amadinha nem liga.

Não acho maldade, vejo como
interação dele com o meio.

Conheço varios animais que por terem donos com vidas diferentes
se interagem com eles. Conheço a Nani (o Negrine trabalhou com meu marido)seu dono é aposentado separado ela (e agora a Catarina)é a companheira dele, comem juntos e domem tb, ele não sai de casa sem elas.Um precisa do outro e ela ama andar de moto.

Minha visinha adora LAMBADA (vê se eu posso...)acho divertido pois seu Fox Paulistinha dança junto.

Neste Caso não vejo crueldade, se sua reação fosse dor ele não ficaria no ambiente, o animal tende a se esconder.

Não acho pior que Pais que usam seus filhos pequenos para fotos modelos, desfiles, miss etc...

Obrigada por me convidar para o debate!!!!
Beijinhos no coração
Rejane Montresor

Alinne disse...

Olá flor!!! quanto tempo, seu blog continua com otimos posts, obg pela visita, e concordo, o ser humano não sabe das coisas e acha q sabe, e pensa so no proprio beneficio!
beeijo

jefhcardoso disse...

Ju, sem cabimento. [sorrio, pois fazer oquê?]

Sobre comida que deprime, fibromialgia que ataca, mulher que estressa... leia o http://jefhcardoso.blogspot.com e tire suas próprias conclusões. Boa semana para todos. Abraços!

Capelinha modera 1 disse...

Bom dia linda amiga
ou melhor boa tarde! Meu dia tá corrido que não tive tempo para almoçar, e olha que acordei as 5 pra por mminha amdinha pra facu. Esse horário de verão mata a gente!!!kkkkk

Respondendo ao seu post:

Os uivos são um ruído básico e, para nós, geralmente bastante desagradável. Usualmente, esse som é emitido por cães muito solitários e, provavelmente, trata-se de um ruído para manifestar o desejo de uma companhia. Trata-se também de um ruído que contagia o grupo todo e, dessa forma, funciona como um meio de comunicação a longa distância entre grupos diferentes. Grupos de cães presos costumam uivar à noite ou durante as primeiras horas do dia, quando há pouco movimento no ar. Apesar de não sermos capaz de ouvir a resposta de um outro grupo distante de cães, é provável que a excelente audição do cão seja capaz de ouvir a resposta.

O Uivo também é um som com algumas conotações sexuais. Os machos mantidos isolados de fêmeas, que eles sabem estar no cio, podem uivar continuamente e elas podem responder da mesma maneira. Até mesmo as raças toy, que geralmente não uivam em circunstâncias normais, podem reagir dessa maneira quando são mantidas isoladas durante o período do cio.

Finalmente existe ainda uma variedade de outros sons caninos - grunhidos, fungos e guinchos. Todos os sons tem algum significado na comunicação (cão-cão e cão-homem), sem que seja necessário associá-los a um determinado comportamento ou comportamentos.

continua...

neste site retrata bem o que acho tb!!!

http://www.saudeanimal.com.br/comuni.htm

Obrigada pela visita
Um dia maravilhoso de Paz!
Beijinhos linda!!!!
Rejane

Petescadas disse...

Oi ju,
este teu post faz pensar e muito, que os cães escutam em uma amplitude de freqüência maior que a nossa é sabido são 10000Hz a mais.
homem 20 a 20000Hz
cão 20 a 30000Hz

Uma corda de violino em determinadas condições pode emitir freqüência em torno de 1 a 4 Khz, mas para tocar usa valores e faixas definidas para que o som seja agradável bem menores.

Muitos luthieries tentam desenvolver melhorias e acabam por descobrir coisas em alta freqüência. É possível modificar o comprimento de corda, timbre (intensidade+ freqüência), etc.,e obter diferentes resultados.

No caso do cão ele poderia ter uma característica especial e assim ser mais sensível a uma dada freqüência. Quanto a ele em condições normais penso que o som pode ser desagradável mas não que chegue a produzir dor.

Quanto ao uivo, eles uivam por muitas razões, solidão, desejos, medos, quando estão desapontados, etc. Até quando alguns humanos cantam ou quando ele ouve uma determinada musica de CD.

Ele deve se sentir estimulado por este som desagradável produzido no violino.

Acho que o importante aí seria a relação do tutor com seu animal e o carinho existente.

Obrigado pelo carinho
Atenciosamente
Paulo Petescadas

blogdaSerenadog disse...

Oi Ju!
Achei o seu blog muito legal!
E também sigo contigo.
Serena

Andrea Sassaki disse...

Oi....tou aqui retribuindo sua visita!!!!
Um grande beijo e aparece por lá!

Mika °° disse...

Oie Ju,

Que absurdo, ainda tem gente que gosta disso. Sou contra esse tipo de exploração animal. Não dá para saber se o cachorro está "feliz" com aquela situação ou foi condicionado para aceitar e participar. Na dúvida sou contra.

Beijos!

ogatoquepesca.com

Débora disse...

Oi jú, eu também já pesquisei sobre esse assunto, e sou mais uma das pessoas revoltadas com esse verdadeiro absurdo.
Pobres bichinhos, são muitos sensiveis, mas existens casos diferentes,
conheço um cachorro que nunca foi treinado mas é só a gente falar ' canta pretinho, canta' e o cachorro começa com rits do Roberto Carlos haha
beijos

Postar um comentário

Espaço para comentários e críticas.