Perfil da Blogueira

Minha foto
Juliane Oliveira
"Toda vez que você desiste de um sonho, é uma parte do seu futuro que deixa de existir!"
Visualizar meu perfil completo
Feeds RSS
Feeds RSS

04 janeiro 2010

Confira abaixo alguns dos Psicopatas mais famosos da história.


Jeff Dahmer Jeffrey Dahmer, empregado numa fábrica de chocolates, era para todos um " bom rapaz ", afável, interessado em competições desportivas, e que morava ali apenas há ano e meio, vindo de casa de uma avó, residente também em Milwaukee. Ignorava-se que já estivera preso, condenado a cinco anos por abusar de um menor, mas com pena reduzida a um ano, por interferência do pai. E ignorava-se que em casa da avó havia sido descoberto um monte de ossos, que Jeffrey, dissera, naturalmente, serem ossos de animais. Ninguém estranhara pois em criança, Jeffrey tinha o gosto doentio de desossar animais.





Ted Bundy O Picasso da comunidade dos serial killers. Ted era bonito e charmoso, inteligente, seguro de si, com um futuro brilhante, e mais mortal que uma cascavel. Usando sua boa aparência , ele era capaz de seqüestrar e matar suas vítimas sem que ninguém notasse e continuar com sua vida


 
 
 
 
 
 
 
 

  Charles Manson fundou sua comunidade hippie em 1954, logo após ter cumprido uma pena de dez anos. Localizado em Spahn Ranch, nas proximidades de Los Angeles, o grupo pregava o amor livre e o uso de drogas, com Manson sendo encarado como um Messias por seus seguidores, ou "família" como eles preferiam ser tratados. Poderiam ter sido somente mais uma comunidade hippie típica da época, não fossem as bizarras idéias de seu líder.









   Richard Ramirez Ramirez era diferente de qualquer “serial killer” já estudado. Era difícil categorizá-lo porque muitos de seus crimes eram de naturezas distintas; ele variava seus métodos vastamente várias vezes. A escolha de sua vítimas não era específica ou particular (ele não era como um Bundy em que todas as suas vítimas tinham cabelo escuro e comprido partido ao meio ou Gacy que sempre escolhia jovens rapazes). As vítimas de Ramirez incluíam o idoso, o jovem, o homem e a mulher.







Richard Franklin Speck Na noite do dia 14 de julho de 1966, o lixeiro semi-analfabeto Richard Franklin Speck, de vinte e quatro anos, viciado em álcool e drogas, invadiu a casa onde nove enfermeiras moravam juntas. Armado com uma faca e um revólver, amarrou todas e as matou uma por vez.










John Wayne Gacy Junior Palhaços cometendo crimes já foram tema de vários filmes, quer seja sob a forma de entidades sobrenaturais, como no filme "It" (baseado na obra de Stephen King), ou loucos foragidos de um manicômio, como no filme "Palhaços Assassinos". Mas se esse terror fosse real? E se aquele indivíduo querido pelas crianças e digno da confiança de toda a vizinhança, escondesse uma face sombria? Essa é mais ou menos a história de John Wayne Gacy Junior.



Jack Estripador Por cinco vezes um homem de aspecto insuspeito deslizou por entre o ambiente noturno de Whitechapel, em Londres. Por cinco vezes falou com mulheres da rua. E de cada uma das vezes a mulher morreu esfaqueada - a marca sangrenta do homem chamado Jack, o Estripador.
 
 
 
 
 
 
 
 

Myra Hindley não trabalhou sozinha, de fato, Ian Brady não era só seu cúmplice, mas um mentor e motivador dos assassinatos. Os investigadores declaram que os dois cometeram crimes tão horríveis que até mesmo os mais antigos investigadores de homicídios ficaram chocados.
 
 
 
 
 
 
 
 

Eddie Gein O homem que inspirou os filmes Psicose e O Massacre da Serra Elétrica, teve uma infância difícil: sua mãe, Augusta, era uma fanática religiosa e moralista, que impedia tanto Eddie quanto seu irmão, Henry, de trabalharem fora da fazenda da família e de manterem qualquer contato com mulheres.










Andrei Chikatilo Nascido na Ucrânia em 16 de outubro de 1936, tornou-se o primeiro serial-killer conhecido da Rússia no século XX. Quando criança era, juntamente com seus irmãos, atormentado pela história do seqüestro e assassinato de seu irmão mais velho, Stepan, que teria sido canibalizado durante a grande fome que assolou a Ucrânia na década de trinta.







Pedro Alonso Lopez O mais mortífero dos psicopatas. Atribui-se a ele a autoria de mais de 300 assassinatos.



 
 
 
 
 
 
 
 
 

Angel Resendez Sua forma de agir era sempre a mesma, viajava de forma clandestina, atacava suas vítimas nas proximidades e desaparecia, novamente entrando clandestinamente num trem que estivesse saindo.

14 comentários:

Anônimo disse...

muito interessante este assunto!

jessica disse...

fascinante''

pimentinha disse...

adorei o blog me amarro nesses assuntos mt bom :]

sercel pirani disse...

A difereça entre os animais irracionai e o racional é que o racional tem uma mente doente, o Homo sapiens é um Homo demenes. O ser humano é um animal incompleto, principalmente no cerebro. Entendo muito de mente doente, pois faz 60 anos que nasci bipolar. escrevi o livro Pensamentos de um Bipolar, 320 pg.

gringo disse...

muito bom

gringo disse...

muito bom

enigman disse...

sempre iremos existir.fredcruiger@hotmail.com

Anônimo disse...

Da língua mais doce, pode ter dentes afiados :.)

Anônimo disse...

Da língua mais doce, pode ter dentes afiados.

Anônimo disse...

tenho certeza que sou um psicopata não vejo a hora de começar a matar..

Anônimo disse...

o psicopata não é só um louco que quer matar as pessoas sem motivo,é diferente existe um prazer no seu ato,uma coodernação de idéias além de ser fascinante viver a parte dos outros..

Anônimo disse...

acho facinante a mente destas pessoas ..

Anônimo disse...

Notaram que a cara de todos é bem normal? Fora o palhaço e o Chicatillo, que tem expressão estranha, o restante a cara não diz...

Anônimo disse...

Deve. Ser excitante.....

Postar um comentário

Espaço para comentários e críticas.