Perfil da Blogueira

Minha foto
Juliane Oliveira
"Toda vez que você desiste de um sonho, é uma parte do seu futuro que deixa de existir!"
Visualizar meu perfil completo
Feeds RSS
Feeds RSS

09 janeiro 2010

Serial Killers


Ed Gein: Seu pai faleceu em 1940 , apartir daí sua mãe começou a controlar sua vida. Era proibido ter qualquer contato com mulheres. Em 1944 morre seu irmão Henry em um incêndio, no mesmo ano Augusta Gein mãe de Ed sofreu um derrame, seu filho a cuidou ate que morresse em 1945. Então Ed Gein ficou sozinho pela primeira vez aos 39 anos. Porém mesmo com a morte de sua mãe Ed se sentia perturbado e escravo emocional daquela mulher que tiranizou sua vida durante anos. Tinha total interesse pela anatomia feminina e estudava o assunto em enciclopédias, livros de  anatomia e revistas pornográficas. Com a ajuda de um amigo Ed desenterrava defuntos recem enterrados para fazer "estudos científicos". Ed levava o corpo para sua casa dissecava-os e guardava algumas partes como cabeça, órgãos sexuais, fígados, corações e intestinos. Uma informação importante é que Ed desenterrava apenas corpos de mulheres que tinham mais ou menos a idade de sua mãe quando morreu, assim como Ted Bundy que matava e estrupava apenas mulheres morenas e com cabelos longos como tinha sua mãe. Agora Ed não tinha ajuda de seu amigo e começou a matar pois precisava de carne fresca.
Ed fazia roupas com pele humana, fez um terno masculino totalmente de pele humana, também fazia bolsas, pulseiras e trançava cadeiras com pele humana. Fazia cinto de mamilos e tomava sopa em uma coroa de cranio transformada em prato. As vezes vestia essas roupas  e fazia um estranho ritual em volta de sua casa, dançando e pulando. Ed Gein tinha um enorme desejo de ser mulher, queria um dia poder fazer uma operação para mudar se sexo.
Em 1978 Ed foi internado em um instituto de Saúde Mental de Mendota, onde morreu de velhice aos 77 anos.



Theodore Bundy: Sua vida já começou com uma mentira, foi criado pelos avós achando que eram seus pais mas na verdade a mulher que acreditava ser sua irmã mais velha era sua mãe e seu pai nunca conheceu.Nos primeiros anos de escola, o pequeno introvertido era perseguido pelos garotos maiores, sofrendo várias humilhações que estes lhe impingiam. Todavia, durante o colégio, sofreu uma grande mudança física (de patinho feio a Dom Juan), tornando-se extremamente popular. Teve sucesso nos estudos porém nunca parava em um emprego porque não o achavam uma pessoa confiável.
Era um respeitável cidadão, tinha um ótimo currículo, era branco e se vestia bem.
Em 1967 começou a namorar Sthepanie Brooks , estava totalmente apaixonado. Em 1968 ao descobrir algumas mentiras para impressioná-la Sthepanie rompeu o relacionamento. Ted nunca superou a rejeição.
Conheceu Meg Anders porém nunca esquecera de Sthepanie  com quem mantinha contato mesmo estando com Meg. Se formou em direito e pscicologia, também estudou chinês.
Ted colocava gesso no braço fingindo estar com o braço quebrado para assim poder pedir ajuda a moças e poder atraí-las. Usava uma alavanca de metal tirada de seu carro para poder matar as vitimas, tambem estrangulava, carregava algemas em seu carro e também "mascaras".

No julgamento foi seu próprio advogado. Era confiante de que ganharia a causa pois insistia ser inocente.
Era um homem confiante, charmoso e sabia se expressar muito bem. Fugiu da cadeia duas vezes. Confessou ter matado 28 mulheres, porém acreditasse que matou muito mais. Foi executado em 24 de janeiro de 1989 aos 42 anos. Em suas ultimas palavras pediu desculpa para sua mãe. Do lado de fora muitas pessoas com cartazes gritando "Frita Bundy" .
Por ironia, foi uma mulher que abaixou a chave que ligou a cadeira elétrica e deu fim à vida do assassino

.

0 comentários:

Postar um comentário

Espaço para comentários e críticas.